Coordenação e Cooperação Institucional

  • Melhorar a coordenação entre os membros e desenvolver novos métodos de trabalho, acolhimento e reintegração da criança em situação de rua;
  • Fortalecer as parcerias para tornar os espaços de ocupação educativa da criança mais atraentes e apetrechados de conteúdo;
  • Reduzir a exposição da criança ao comércio do sexo e ampliar medidas educativas preventivas;
  • Desenvolver parcerias de cooperação para o combate do trabalho infantil;
  • Melhorar e facilitar os mecanismos de adopção das crianças;
  • Fortalecer os programas de acompanhamento criados pelos serviços sociais;
  • Desenvolver e coordenar a plataforma das REDES em Moçambique, que actuam na área da criança para juntar as sinergias e parcerias para abordagem de temas comuns como trabalho infantil, tráfico de crianças, adopções familiares não regularizadas, reintegração familiar de crianças.

 

Advocacia e Governação, Formação e Capacitação

  • Monitorar a implementação de políticas e compromissos internacionais pelo governo e advogar para o melhoramento das acções do governo e para que haja a prestação de contas perante as crianças;
  • Criar condições para a participação da criança em todas as actividades de advocacia;
  • Aumentar a capacidade de acções de advocacia junto dos membros da REDE DA CRIANÇA;
  • Desenvolver acções de Lobby para influenciar o sistema Jurídico-legal na aplicação da lei e regime educativo de crianças envolvidas em actividades criminais.
  • Realizar pesquisas e estudos sobre monitoria de políticas e identificação de assuntos pontuais sobre os Direitos da Criança.

 

Mobilização e Sensibilização Pública

  • Promover debates infantis sobre diversos temas de interesse para as crianças de acordo com as idades e necessidades das mesmas;
  • Desenvolver métodos e programas educativos de trabalho eficazes para reduzir o abuso físico e sexual de menores;
  • Melhorar a abordagem psico-social nos educadores de modo a recuperar mais crianças deficientes, abusadas física e sexualmente;
  • Aumentar a prática de vigilância e denúncia de casos de tráfico e abuso de crianças no seio das comunidades e famílias;
  • Melhorar e encorajar às escolas para adopção de medidas tolerantes (discriminação positiva) em relação às crianças pobres (ex: a não interdição das gravidas assistirem as aulas no curso diurno);
  • Desenvolver programas de transformação do indivíduo com seguimento da abordagem psicossocial das crianças órfãs e vulneráveis;
  • Contribuir na consciencialização dos cidadãos (principalmente pais) para melhor compreensão das especificidades da situação da criança com deficiência;
  • Aumentar as acções de reintegração social da criança;
  • Melhorar a condição de vida da criança em situação de rua;
  • Melhorar a assistência ao Fórum da Criança;
  • Estabelecer parcerias, principalmente, com o sector privado e centros de entretenimento para garantir condições logísticas na organização de eventos.

 

Informação e Comunicação

  • Aumentar a circulação de informação entre os membros da Rede, parceiros e a sociedade em geral, sobre as actividades realizadas pela Rede e seu respectivo impacto;
  • Divulgar cada vez mais a informação sobre os direitos, instrumentos e acções punitivas aos infractores da lei;
  • Melhorar os mecanismos de disseminação regular dos relatórios de actividades e avaliação do desempenho da Rede e dos seus membros; e
  • Aumentar a edição regular do Boletim da Rede feito pelas crianças e sua circulação nas províncias.

 

FaLang translation system by Faboba

Como
ajudar a RDC

Donativos financeiros, brinquedos,
roupas e utensílios de criança.

Contacte-nos através de:

+258 21 314 215

Rua das Flores, 52, Bairro Central, Maputo, Moçambique.

Como chegar  |  Política de Privacidade 

Coordenação DK  agir

Financiamento Suecia  Holanda  pestalozzi